Arquivo da tag: TELEGRAM

Irã considera proibir Telegram após lançamento do ICO

O parlamentar Alaeddin Boroujerdi pediu a proibição do Telegram no país. O popular aplicativo de mensagens recebeu a notícia após o lançamento de seu ICO (Oferta Inicial de Criptomoedas). As autoridades iranianas temem a posição de liderança do app no país e que tal posição poderia insurgir em monopólio, causdo prejuízos à moeda nacional.

O secretário do Alto Conselho do Ciberespaço do Irã, Hassan Firouzabadi afirmou: “o Telegram nunca concordou em ter um escritório no país e se recusou a trabalhar com o setor privado”. Acrescentou ainda que a criptomoeda criada pelo Telegram poderia prejudicar a moeda nacional iraniana. “Não podemos permitir que essa moeda virtual entre no país”.

Vários analistas afirmam que a posição tomada pelo governo sobre o app é mais uma forma de censura que de decisão econômica. Tal iniciativa teria como principal  mote a desarticulação de organizações de manifestações populares como ocorrido em 2017 por todo o país.

Para Firouzabadi, o fenômeno das criptomoedas teria curta duração, sendo de apenas “10 anos”. Acrescentou ainda que: “durante esse período, aproximadamente US$ 50 bilhões serão retirados do pais. Mas se o preço cair na calada da noite, as pessoas vão protestar porque não houve monitoramento”.

Os parlamentares versus a proibição

Jalili Rahimi Jahanabadi, chefe da comissão judiciária no Irã nega as declarações de que o banimento do Telegram teria sido discutido em uma sessão parlamentar. “(…) não se pode ignorar o direito inalienável das pessoas à comunicação”, afirmou Jalili.

O parlamentar Tayebeh Siavoshi posicionou-se com relação ao bloqueio com a seguinte declaração: “é possível, mas eu sou veementemente contra o bloqueio como única solução”.

Devido às diversas declarações a favor e contra o bloqueio do app Telegram, o presidente do país, Rouhani afirmou que ter um aplicativo iraniano poderia resolver as necessidades da população.

“(…) ter um aplicativo iraniano de mensagem forte, seguro e econômico, que possa resolver as necessidades da população, certamente fará com que todos se sintam orgulhosos”.

Porém, o mesmo afirma que “o objetivo de criar e aprimorar aplicativos de software e mensagens nacionais não deveria bloquear o acesso [a outros aplicativos], mas contribuir para o fim de um monopólio”.


Fonte: Newsbitcoin, Imagens: Pixabay

ICO do Telegram já arrecadou US$ 850 Milhões

 

Quando rumores vazaram sobre um Telegram ICO, as pessoas tomaram conhecimento. O aplicativo de mensagens tornou-se indispensável para muitos segmentos da sociedade, especialmente para o mundo dos criptogramas. O objetivo geral do ICO do aplicativo é uma abertura de US $ 2 bilhões, o que tornaria a maior ICO da história. Enquanto alguns se burlavam de tal número, esse objetivo agora parece ser facilmente gerenciável, pois a pré-venda compensou um total de US $ 850 milhões.

Ao vazarem os rumores a respeito de um ICO pelo Telegram, muitas pessoas ficaram eufóricas. Isto se dá, em medida pelo fato de o Telegram ser indispensável em vários seguimentos da sociedade. Lá no Oriente e em particular no leste europeu, o Telegram tem o mesmo status que o WhatsApp tem para o brasileiro.

O objetivo da ICO deste aplicativo é atingir uma meta de US$ 2 bilhões de dólares. Isto por si só já seria o maior ICO da história. Mas enquanto alguns se impressionavam com tal montante, o objetivo já parecia bastante paupável para outros. Apenas a pré-venda do ICO do Telegram já arrecadou a bagatela de US$ 850 milhões de dólares.

O Telegram enviou um documento à  Comissão de Valores Mobiliários dos EUA que informa os 850 milhões de dólares arrecadados até o momento. O dinheiro arrecadado irá ser utilizado “para o desenvolvimento do TON Blockchain, desenvolvimento e manutenção do Telegram Messenger e para outros fins”.

ICO do Telegram = Muito dinheiro

Aparentemente, esta foi a pré-venda do ICO do Telegram. Nesta etapa, os investidores do mundo das criptomoedas podem comprar os tokens (moedas) de uma companhia com desconto.  A estimativa inicial da pré-venda estava cotada em cerca de 600 milhões de dólares. O alvo foi superado em mais de 50%.

Uma nova fase de venda de do ICO do Telegram deve adicionar mais 600 milhões ao caixa da companhia. No entanto o número pode ser superado dada a repercussão da fase de pre-venda.

 

ICO do Telegram
Aplicativo Telegram para Smartphones

 

Nem todos estão eufóricos

Apesar do sucesso na pré-venda. Nem todos estão tão eufóricos com o ICO do Telegram. A Forbes que o diga. O editorial observa que para uma série de indivíduos, o ICO é uma estratégia para que a companhia possa fechar as contas. Gregory Klumov, CEO e fundador da STASIS, diz:

“Com a crescente base de usuários, ele [Pavel Durov, o fundador da Telegram] acabaria ficando sem dinheiro. Por isso, ele optou por um ICO como mecanismo para arrecadar fundos sem deixar de fora dos investidores e acionistas do Telegram.”

Travis Scher, Vice-Presidente de Investimentos do Digital Currency Group, observa:

“Realmente pareceu que era uma dessas empresas que estão queimando dinheiro e precisam de uma maneira de trazer dinheiro para continuar financiando suas operações. Foi assim que eles decidiram que vão fazer isso.”

Há muitos outros céticos, como Charles Noyes da empresa de investimentos Pantera Capital. Ele mencionou que ele tem preocupações sobre o whitepaper do projeto, dizendo:

“A minha principal preocupação é que, na primeira oferta, as instituições estão a olhar seriamente, estão prometendo algo que, de alguma forma, será radicalmente melhor que qualquer outra coisa, sem explicação real de como isso acontecerá ou fora do escrutínio dessas alegações.”

No entanto, parece que essa dúvida não prejudicou o entusiasmo pelo projeto. O Telegram listou vários serviços que serão desenvolvidos devido após o ICO, como um serviço de proxy para criação de serviços descentralizados de VPN (Virtual Private Network) e pagamentos por microtransações.

Será que o Telegram atingirá o seus objetivos e será o maior ICO do mercado?


Fontes:

ICOdrops e TechCrunch

Imagens: Pixabay