Arquivo da tag: G20

G20:”Criptomoedas não são risco para sistema financeiro”

O The Financial Stability Board (Conselho de Estabilidade Financeira) – FSB, órgão internacional responsável por monitorar o sistema financeiro global resistiu as chamadas de alguns membros do G20 para a regulamentação das criptomoedas.

Em um comunicado enviado aos ministros das finanças do G20, o presidente do FSB, Mark Carney enfatizou que as criptomoedas não representariam uma ameaça para o sistema financeiro global.

O presidente do FSB também atua como governador do Bank of England (Banco da Inglaterra) e revelou que o FSB realizou uma revisão dos riscos à estabilidade financeira diante do rápido crescimento das criptomoedas. Tal revisão veio em resposta às preocupações dos membros do G20.

Ele declarou:

“A avaliaçao inicial do FSB é de que as criptomoedas não representam riscos para estabilidade financeira global neste momento”.

Mark Carney em Davos 2010.
Mark Carney em Davos 2010. By Flickr user World Economic Forum [CC BY-SA 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0)], via Wikimedia Commons

“Isso é em parte porque eles são pequenos em relação ao sistema financeiro. Mesmo em seu pico recente, seu valor de mercado global combinado era inferior a 1% do PIB global”. “Em comparação, antes da crise financeira global (em 2008), o valor nocional [especulativo] dos swaps de inadimplência de crédito era de 100% do PIB global”.

Ainda segundo Carney, esta avaliação inicial poderia mudar. Isto aconteceria se as criptomoedas permeassem o núcleo do sistema financeiro regulado ou se ganhassem uso como instrumento de pagamento.

Apesar de apontar para preocupações dos consumidores e investidores de criptomoedas e seu uso ou abuso por atividaes ilícitas, Carney lembrou aos ministros das finanças do G20 e aos chefes dos bancos centrais:

“As tecnologias subjaentes a eles têm potencial para melhorar a eficiência e a inclusão do sistema financeiro e da economia.”

Espera-se que autoridades governamentais dos países membros do G20 realizem reuniões que incluirão discussões em torno da regulamentação de criptomoedas nesta segunda e terça-feira.


Imagens: cortesia de G20

G20 discutirá sobre criptomoedas na Argentina

O G20 está preparando discussões sobre as criptomoedas em sua próxima edição na Argentina. O grupo é constituído pelos 19 países mais desenvolvidos do mundo mais a União Européia. O encontro busca promover um esforço para encontrar uma “resposta comum” sobre as regulamentações das criptomoedas.

O primeiro encontro sobre o tema está agendado para a próxima segunda-feira, 19 de março. As negociações contarão com a participação do ministro do tesouro argentino Nicolás Dujovne, o secretário-geral da Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), José Angel Gurría.

O segundo encontro acontecerá na terça-feira, dia 20 de março conforme foi informado pelo integrante de organização da cúpula.

Riscos e Inovação

Tanto a agenda quanto os pontos a serem discutidos não foram divulgados. Porém, um documento público fornecido indica que a temática deverá ser cerceada em torno das implicações do uso das criptomoedas, bem como do uso da tecnologia blockchain.

“A questão é um item importante na agenda da reunião, os delegados considerarão uma resposta comum que mitigue os riscos sem desencorajar a inovação”, argumenta.

O documento ainda destaca que a blockchain “possui potencial para promover a inclusão financeira”. Todavia, ainda argumenta que “é importante analisar as implicações par a estabilidade financeira, evasão de divisas e atividades ilegais”.

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin relata que suas maiores preocupações apresentam-se sobre o uso das criptomoedas em atividades ilegais. Leia-se lavagem de dinheiro. As autoridades francesas e germânicas co-escreveram uma carta em fevereiro deste ano que soou o alarme sobre os potenciais riscos para os investidores das criptomoedas.


Imagem: G20

E você, o que acha da intenção do G20 em se reunir para discutir a regulamentação das criptomoedas? Tal passo pode ser prejudicial à inovação? Ou a regulamentação das criptomoedas poderá massificar o uso das mesmas? Deixe o seu comentário!