Pesquisa da PWC identifica obstáculos a adoção da tecnologia blockchain

Em uma recente pesquisa, a PWC identificou alguns fatores que dificultam a adoção generalizada da tecnologia blockchain. Dentre estes fatores, estão os usuais: incerteza regulatória e falta de confiança, mas há outros.

As principais barreiras para o desenvolvimento da tecnologia blockchain

Conforme os dados da pesquisa, existem dezenas de casos da adoção da tecnologia blockchain em vários processos de negócios. Porém, algumas questões relacionadas a compatibilidade, incerteza regulatória, compatibilidade e escalabilidade continuam perseguir os setores emergentes.

Todos esses problemas são bastante comuns dentro das blockchains em desenvolvimento. Mesmo plataformas blockchains públicos populares como Bitcoin e Ethereum têm lutado com problemas de escalabilidade. No início do ano, houve uma série de ataques contra blockchains públicas inseguras como Verge e Bitcoin Gold, levando a repetidos ataques de 51% e duplicação de dados.

Diversas iniciativas secundárias de adoção da blockchain  

Como parte do estudo intitulado “Blockchain is here. What’s your next move?” (“Blockchain está aqui. Qual é o seu próximo passo ?”), a PwC entrevistou 600 executivos de negócios espalhados em 15 regiões diferentes de todo o mundo. Mais de 80% dos participantes relataram que estavam envolvidos em casos de adoção de tecnologia blockchain em suas organizações. Mais de um quarto deste grupo disse que eles já tinham implementações piloto em produção de seus projetos de blockchain.

A pesquisa também revelou que o setor financeiro liderava o caminho na adoção da blockchain. Essa revelação não é de todo surpreendente devido à popularidade de criptomoedas como Bitcoin, Ether, etc. Outros setores importantes identificados pelo estudo da PwC incluem manufatura industrial, assistência médica e serviços públicos.

A China cresce na adoção da tecnologia blockchain

Bandeira chinesa em muro

Segundo o relatório, os Estados Unidos ainda são líderes globais no que diz respeito ao desenvolvimento de tecnologia blockchain. No entanto, a China está rapidamente se tornando uma ameaça ao domínio dos EUA sobre a tecnologia.

Recentemente, foi revelado que os conglomerados chineses submeteram mais patentes blockchain em 2017 do que qualquer outro país. Só os gigantes chineses Baidu e Tencent Holdings responderam por 56% de todos os registros de patentes relacionados ao blockchain de 2017.

As empresas chinesas estão supostamente interessadas em explorar a tecnologia, independentemente da repressão do país ao comércio de criptomoedas. Comentando sobre esta narrativa em desenvolvimento, o chefe blockchain da PwC, Steve Davies, disse:

Criar e implementar blockchain para maximizar seu potencial não é um projeto de TI. É uma transformação de modelos de negócios, funções e processos. Precisa de um business case claro e de um ecossistema para suportá-lo; com regras, padrões e flexibilidade para lidar com as mudanças regulamentares incorporadas.