Mercado de ICOs arrecada US$12B com moedas “mortas”

No momento, acredita-se que existam mais de 800 criptomoedas que encontram-se essencialmente mortas. Apesar disso, o mercado de Ofertas Iniciais de Moedas (ICOs) continua em pleno crescimento. O mercado movimentou quase 12 bilhões de dólares apenas nos dois primeiros trimestres.

As ICOs certamente se tornaram um tema quente no último ano e meio. Esse método alternativo de arrecadação de fundos viu seu enorme aumento de interesse em 2017, quando conseguiu alcançar mais de US $ 3,8 bilhões de capital arrecadado. No entanto, os dois primeiros trimestres de 2018 alteraram este número, levantando quase US $ 12 bilhões de dólares segundo a Coinschedule.

 

Meio controverso de arrecadação de fundos

As ICOs são frequentemente apontadas como uma maneira controversa de arrecadação de capital. Tal fama não foi adquirida sem mérito. Um estudo recente mostrou que pelo menos 20% de todas as ICOs se revelaram uma fraude, o que as torna uma oportunidade de investimento aparentemente arriscada. A enorme quantidade de projetos falhos também fez com que alguns levassem isso ainda mais longe. O criador do BitTorrent, Bram Cohen, disse que todos os ICOs são fraudulentos a menos que se prove o contrário.

Outros, como Bobby Lee, co-fundador do BTCC cryptocurrency exchange, disse que 95% dos ICOs não são baseados na tecnologia blockchain, mas sim em projetos de banco de dados.

Além disso, 800 dos tokens emitidos através de ofertas iniciais de moedas estão praticamente esgotados, de acordo com o site Dead Coins. O website os lista em algumas categorias diferentes, com base no motivo de sua desvalorização. Alguns são resultados de projetos fraudulentos ou foram hackeados, outros foram para preços inferiores a 1 centavo. Há também aqueles que nada mais são do que uma boa paródia.

Independentemente rentável

Apesar de todas as críticas às quais as ICOs estão sujeitas, elas continuam sendo amplamente lucrativas. O estudo mencionado também chegou à conclusão de que se você tivesse investido em cada uma das ICOs apresentadas, independentemente de se tratar de uma fraude ou não, você teria feito 13,2 vezes o retorno do investimento.

Além disso, figuras proeminentes na indústria como Zhao Changpeng, fundador da Binance – a maior exchange de criptomoedas do mundo por meio de volumes negociados – apontou inúmeras vantagens deste método de captação de recursos alternativo.

À medida que as ICOs continuam a crescer em popularidade, também estamos vendo um sério aumento de atenção em nome de seus reguladores. Mas podemos compreender sua importância. Os países estão começando a formular estruturas legislativas com o objetivo de proteger os investidores e potencialmente reduzir ao mínimo o número de projetos fraudulentos. A Tailândia, por exemplo, recentemente introduziu um novo decreto que obriga as ICOs  a ter padrões substancialmente mais altos.

Seguindo o maior golpe das ICOs no país, o governo vietnamita também está pressionando pela clareza e regulamentação legislativa. A Coréia do Sul, por outro lado, revelou que em breve legalizaria as ICOs depois de ter terminado o seu banimento em setembro de 2017.

Parece que os governos estão percebendo o potencial revelado por esse meio ainda controverso de levantamento capital. Isso pode fornecer as bases legais necessárias para uma adoção generalizada em potencial.


Imagens: Pixabay

Fonte: Bitcoinist