Criptomoedas

Banco Central da Malásia deixa o público decidir o destino das criptos no país

O Banco Central da Malásia, o Banco Negara, deverá lançar um “documento conceitual”, pedindo que o público decida o destino das criptomoedas no país, de acordo com um relatório recente. O governador do Banco Negara, Muhammad Ibrahim, assegurou que o banco não proibirá nem reconhecerá as criptomoedas e que o documento será finalizado em fevereiro.

A Malásia deixa o público decidir

Durante o jantar do 40º aniversário do Harvard Business School Alumni Club da Malásia, o governador do Bango Negra, Muhammad Ibrahim, disse:

“Basicamente, vamos deixar os promotores de criptomoedas, incluindo o Bitcoin, Ethereum e Ripple serem mais transparentes. Os métodos devem ser transparentes e as pessoas deste cenário também devem ser mais transparentes.”

Banco Negara - Malásia e as Criptomoedas

A Malásia tem sido considerada um tigre econômico. Sua economia cresceu mais rápido que outros países da região, como a Coréia do Sul. Também já ultrapassou a França e a Austrália.

Sua economia é excepcionalmente paternalista. Sua monarquia funciona em um sistema de rotação onde o rei é escolhido entre algumas famílias. Ele atua como chefe de estado cerimonial e nomeia membros do parlamento e ministros.

Os comentários de Ibahim estão alinhados com os do Ministro das Finança, II Johari Abdul Ghani, que recentemente esclareceu que o país não baniria por completo as criptomoedas. Segundo o mesmo, isto limitaria a criatividade e inovação do setor financeiro.

Esta já é a segunda vez que o governo recorre à opinião pública em relação às criptomoedas. Em dezembro de 2017, o banco central colheu diretrizes de regulamentação de criptomoedas de cidadãos e executivos do país.

Política Ousada

Embora os últimos comentários do Sr. Ibrahim possam parecer uma vitória para forças de mercado mais livres, uma sugestão do velho paternalismo também permeou o relatório. Ele previu sobre a quantidade de dívida que os cidadãos deveriam ter em relação aos preços da habitação, ampliando o papel do regulador em uma economia. Ele mencionou que o setor corporativo está sempre procurando um relaxamento das regras, mas que o trabalho do governo era preservar a “estabilidade”.

Apesar de os comentários do Sr. Ibrahim parecerem uma vitória para a aplicação de forças de mercado mais liberais, o paternalismo ainda permeia o relatório publicado. Ele previu a quantidade de endividamento que os cidadãos deveriam ter em relação aos preços de habitação, ampliando o papel regulador na economia. Mencionou ainda que o setor corporativo estaria sempre procurando por um relaxamento das regras, mas que o trabalho do governo era de preservar a “estabilidade”. Ele lembrou que:

“Quando necessário, os formuladores de políticas devem ser ousados na elaboração de políticas, especialmente quando a operação no sistema financeiro e econômico enfrenta pressão ou os padrões não são mais efetivos”.

Para os entusiastas do cripto, a esperança é que o Banco Negara realmente ouve seus cidadãos, já que o país continua a ter uma cena vibrante de intercâmbios de criptografia no sentido tradicional, juntamente com opções peer-to-peer.

Para aqueles que são entusiastas das criptomoedas, a esperança é que o Banco Negara realmente ouça seus cidadãos. Isto por que o país continua a ter um cenário vibrante de exchanges de criptomoedas no sentido tradicional, juntamente com opções peer-to-peer.


Fonte: Bitcoin.com
Imagens são cortesia de Pixabay.

Entre na discussão