Anúncios sobre criptomoedas são banidos na China

Os anúncios relacionados à criptmoedas e ativos digitais pararam de aparecer no Baidu (mecanismo de busca Chinês). O mesmo ocorreu na plataforma de mídias sociais Weibo. Tal ação ocorre após a divulgação de relatórios publicados pelo Governo da China (dia 04 de fevereiro) com medidas mais rígidas sobre as criptomoedas e os ICOs.

Segundo o “Financial Times” do “People’s Bank of China” (PBOC), a China fechará o cerco sobre a pressão regulamentadora para as casas de câmbio digital (exchanges) e sobre os ICOs. Isto foi relatado pelo site de notícias chinês Sina.

Em outro momento, o Baidu parou de publicar anúncios relacionados a criptomoedas e meados de agosto de 2016. Ainda não está claro quando o governo permitirá a exibição de novos anúncios visto que o Baidu ainda não confirmou a divulgação de novos blocos de anúncios relacionados à criptomoedas. O Weibo confirou que já proibiram a publicidade relacionada à criptomoedas e demais ativos digitais.

Um evento semelhante aconteceu com o Facebook. A maior rede social do mundo proibiu publicidades relacionadas a criptomoedas, ativos digitais e ICOs na semana passada. Para a companhia, boa parte das empresas fintech que divulgaram anúncios na plataforma “(não estão operando” de boa fé”.

A decisão da proibição de anúncios pelo Facebook teve uma recepção favorável ao menos na página /r / Bitcoin no Reddit. Muitos dos usuários comentaram ter sofrido golpes advindos de anúncios em mídias sociais. Um deles deixou o trecho a seguir, confira:

“Qualquer um realmente compraria, pois eles estavam convencidos por um anúncio no Facebook, provavelmente não pesquisaria a cripto corretamente e acabaria por tomar mais decisões ruins e divulgar mais FUD”.

E você, o que acha das atitudes tomadas pela China em relação às criptomoedas? São um avanço ou um retrocesso? Escreva nos comentários.


Fonte: Cointelegraph

Imagens: Cortesia de Pixabay