5 questões a se fazer antes de investir em uma startup blockchain

Como o interesse na blockchain ganhando força, a importância da educação dos investidores está em alta. Com centenas de novos projetos surgindo a cada semana, pode ser difícil separar o trigo do joio neste mercado. Nem todo projeto pode ser ou será bem-sucedido. Para complicar ainda mais, alguns vêm com um token de criptomoedas usado para angariar fundos.

Como você se protege antes de investir? Educação, educação, educação. Sempre defenda a pesquisa da equipe do projeto, o setor que eles estão tentando inovar e a leitura cuidadosa do whitepaper. Aprenda sobre o time envolvido. Ideias são sempre ótimas, mas a execução vence é que ganha o dia. Mas só porque algo parece bom no papel, isso não significa que vai viver durar.

Lembre-se de que sempre que alguém ganhar dinheiro em um negócio, alguém o perderá. No final do dia, ninguém tem uma bola de cristal para prever projetos de sucesso. Mas, existem algumas perguntas fundamentais que você precisa se perguntar (e encontrar as respostas) antes de investir seu dinheirinho suado. Vejamos como você pode identificar o valor de um projeto de ICO como um profissional por meio das dicas publicadas por este artigo da CCN:

O blockchain possui um token valioso?

Mineradores ou validadores são a alma de quase todos os blockchains. Eles escrevem as transações e, portanto, controlam os nós. Em troca desse trabalho (proof of work ou prova de trabalho), eles precisam ser incentivados e recompensados. Pense nos mineradores como contadores – e os contadores não trabalham de graça.

Se o projeto que você está pesquisando não tiver um token valioso, pergunte-se por que as mineradoras gostariam de investir seu tempo (ou quem? Um consórcio de indústrias?) e poder de computação para manter os nós blockchain funcionando sem problemas. Se a única maneira de alguém possuir o token é por meio de trocas e airdrops, pergunte: quem está fazendo o trabalho? Sem validadores, a adoção generalizada e o uso da tecnologia provavelmente falharão – e é aí que está o valor real.

Blockchain

Como os dados entrarão presentes no blockchain?

Se o projeto aparenta ser disruptivo em  um setor com sistemas legados comprovados, como as empresas migrarão seus dados para o blockchain? Blockchains diferentes possuem tamanhos de bloco diferentes, portanto, é necessário pensar em quantos dados caberão em cada bloco, quais dados serão pertinentes para armazenar no blockchain e como as empresas transferirão os dados para o blockchain. O armazenamento de todos os dados é necessário ou apenas um ponteiro para um armazenamento dos dados fora da cadeia?

Pode parecer uma perca de tempo checar isto, mas pense nas enormes quantidades de migração de dados que ocorreram durante o susto do Y2K. Algumas pessoas experientes ganharam muito dinheiro fazendo isso, e desta vez não será diferente.

A startup requer um consórcio para validar o seu uso?

Isso é inevitável, mas é algo que você sempre precisa considerar antes de investir. Se um projeto pretende ser disruptivo para um setor, você precisa pensar em todas as empresas do setor que também precisam adotar a tecnologia e os padrões.

Por exemplo, alguns projetos visam serem disruptivos para indústria da cadeia de suprimentos. Mas dentro da cadeia de suprimentos, há muitas empresas que precisam adotar totalmente a tecnologia para que o blockchain tenha impacto – fornecedores, fabricantes, transportadores, varejistas … a lista continua.

Implantações de inovações disruptivas em  indústrias estabelecidas leva tempo. É apenas uma questão de quanto tempo e quantos jogadores precisam dar o seu aval (buy-in) antes que a visão do blockchain se concretize.

Como os dados serão analisados e utilizados?

Agora que temos todos esses ótimos dados no blockchain, qual é o próximo passo? Pense em como os dados serão usados e quais benefícios eles fornecerão às empresas. Simplesmente armazenar dados em um blockchain e consultá-los por um dia não vai gerar valor para negócios ou a adoção ao projeto. Portanto, considere os benefícios específicos que uma empresa ou indústria obterá ao armazenar seus dados em um blockchain.

Um caso de uso interessante é ver quem está acessando os dados e como.

Vamos pegar uma ilustração da indústria de aeroportos como exemplo. Digamos que todos os aeroportos nacionais dos EUA adotaram uma blockchain específica para armazenar os dados dos voos. Você pode então analisar o número total de visitantes em cada aeroporto, mas também o que os passageiros estão fazendo em cada aeroporto, o tempo gasto em cada local e muito mais. Este nível de transparência é completamente exclusivo da tecnologia blockchain – simplesmente não era possível fazer isto antes.

O blockchain funciona na velocidade do negócio?

Em sua essência, blockchain é a “Internet das Transações”. O número de transações por segundo, ou TPS, são cruciais para o uso a longo prazo e a adoção da tecnologia blockchain – tanto pelas empresas quanto pelos consumidores.

Um único tamanho não serve para todos. Alguns blockchains são melhores para transações financeiras do que transações de processamento.

Se uma rede valida os dados muito lentamente, as empresas não poderão usá-la, independentemente de outros benefícios que ela forneça. Por exemplo, a mania recente pelo jogo Crypto Kitties. O Ethereum foi vítima de seu próprio sucesso – com tantas pessoas jogando Crypto Kitties, a rede estava atolada. Os tempos de transação e o custo aumentaram drasticamente simplesmente porque muitas pessoas estavam usando uma rede, que por seu próprio projeto, é de thread (fluxo) único. Pense nisso como uma estrada de uma única via.

Agora pense em grandes corporações internacionais e quantas pessoas precisariam estar usando um blockchain simultaneamente. Se a rede não conseguir lidar com volumes de tráfego e uso altos, ela não será adotada por grandes empresas que precisam de acesso instantâneo a seus dados.

Depois que você conseguir entender e responder a essas perguntas com confiança antes de investir, não apenas poderá identificar projetos de alto valor, mas também terá um melhor entendimento do ecossistema blockchain. O verdadeiro valor do blockchain não vem dos porta-vozes chamativos, de um roteiro de desenvolvimento bem elaborado ou de uma série interminável de anúncios. Tudo se resume a execução e adoção.


Imagens: Pixabay