311 investidoes de criptomoedas doJapão já somam $1M em lucros

Os principais meios de comunicação Sul Coreanos e Japoneses: JoongAng e Nikkei, relataram que a Agência Tributária Nacional (NTA) do Japão está ciente de que 311 investidores do setor de criptoativos do japão registraram um lucro de 1 milhão de dólares através do comércio de criptomoedas, gerando mais de 331 milhões no total.

Criptomoedas e o Imposto de Renda Japonês

Até o fim de 2017, a NTA informou que 21,98 milhões declararam impostos no Japão. Isto gerou mais de 41,4 bilhões de ienes. A NTA revelou que a quantidade de impostos arrecadados no último ano avançou em mais de 3% em relação ao ano anterior (2016). O aumento no volume também se deu por conta da melhoria da economia japonesa.Dos 21,98 milhões de pessoas que declararam impostos ao governo, 549 indivíduos registraram lucro não operacional ou não produtivo de 1 milhão de dólares. Isto frequentemente reflete a obtenção de renda por investimentos em ações, ativos, commodities e propriedades. Dos 549 indivíduos, 331 eram investidores em criptmoedas que renderam mais de um milhão de dólares em lucro no mercado japonês de criptomoedas.

Em 2017,  o governo japonês, a Financial Services Agency (FSA) e a NTA anunciaram que as autoridades monetárias locais taxariam até 55% do lucro não operacional gerado pelos investimentos. Em fevereiro deste ano, a Bloomberg informou que o governo japonês sugeriu sua intenção de taxar até 55 por cento no investimento em criptomoedas, especialmente em indivíduos que fizeram mais de 40 milhões de ienes, no valor de cerca de US $ 365.000.

O governo japonês não esclareceu sua política sobre impostos sobre operações com criptomoedas e os investidores admitiram sua falta de confiança no mercado de criptomoedas.

“O governo não esclareceu alguns detalhes, então você não tem certeza se está certo ou não”, disse o consultor de tecnologia blockchain Hiroyuki Komiya.

Em regiões como os EUA, as agências fiscais e as autoridades financeiras locais desafiaram anteriormente empresas como a Coinbase a perseguir investidores de criptomoedas para angariar impostos. No entanto, no Japão, a NTA declarou que todos os 331 investidores declararam seus ganhos de investimento em criptomoedas ao governo e continua otimista em relação à declaração voluntária de impostos dos investidores em criptomoeda.

Ainda assim, alguns especialistas do setor afirmaram que o número parecia baixo demais para ser verdade e enfatizaram que suspeitam que muitos investidores optaram por não declarar seus ganhos.

“Se o rápido crescimento do setor de criptomoeda no final de 2017 for considerado, 331 é um número que é simplesmente muito baixo para ser verdade. Uma grande parte dos investidores de criptomoeda provavelmente não declarou seus ganhos ao governo ”, disse um analista.

A Coréia do Sul acompanhará o Japão?

No ano passado, o governo sul-coreano proibiu investidores locais de investir em Ofertas Iniciais de Moeda (ICOs) para “minimizar risco”. No entanto, no início deste ano, após o anúncio da Kakao e da Bithumb para conduzir ICOs fora da Coreia do Sul, o governo local declarou que legalizaria as ICOs, uma vez que uma política tributária apropriada fosse elaborada.

“O governo sul-coreano não tem outra escolha a não ser seguir os marcos regulatórios e as tendências estabelecidas por outros governos líderes. Embora certamente exista uma reputação negativa ligada às criptomoedas, a postura do governo é permitir o que deve ser permitido, para o benefício do mercado sul-coreano ”, disse uma autoridade do governo sul-coreano.

É provável que a Coréia do Sul siga em breve o roteiro do sistema de declarações voluntárias do Japão e ajude os investidores em criptomoedas a declarar seus ganhos ao governo.